Agora, outro personagem, que é quase tão antigo quanto o Romeo, que começou como uma versão felina do Romeo, e que depois ganhou ares próprios.

O Começo

Em um belo dia, em 2013, tive uma pequena ideia: E se o Romeo fosse um gato? E assim, eu desenhei um Romeo mais felino, sendo um gatinho cinza, com a mesma marca que o Romeo tem no rosto e com as presas.

Porém, o Romeo ficou pouco tempo nesse visual e logo voltou a ser uma raposa, e esse personagem foi “guardado na gaveta”.

Reworks do Wonny

A Volta dos que não foram e Primeiro Rework

E depois de um tempo, acabei voltando com esse personagem e dando um nome a ele. Ele passou a se chamar Little Fluffy, e ele manteve o visual dele, até que ele sofreu o primeiro rework dele, que onde ele ganhou alguns traços de lince.

Para esse Rework, eu fiz dois desenhos para me decidir sobre como seria o Little Fluffy.

Porém, foi a KleurRam quem fez o visual do Little que ficaria por mais de um ano. E para as cores dele, escolhi o Chocolate, Branco e Bege.

E junto com o visual novo, ele ganhou um novo nome: Wonny, sendo Little, o seu apelido, o que fazia muito sentido o apelido, já que ele seria realmente bem pequeno.

Mais mudanças!

E depois de um tempo, mais pequenas mudanças no Wonny. Saem todas as manchinhas e o personagem se torna mais simples. E os braços ganham “luvas” e as pernas ganham “meias”, e a cauda muda para a de um gato comum.

Porém, ele não ficaria por muito tempo nesse visual. Até tentei colocar uma temática mais Steampunk no Wonny, e voltando a cauda dele para o que era antes e colocando um “cabelo” nele, mas não prossegui com isso, e o personagem foi novamente “guardado na gaveta”.

Segundo Rework

E em 2018, houve mais um rework do Wonny, e com o padrão de cores bem mais parecido com o de hoje, com as orelhas, patas e focinho escuros.

E depois, um desenho dele de corpo inteiro, que teve mais algumas pequenas mudanças, como a marca da barriga, que ficou totalmente branca.

Terceiro Rework

E depois, mais mudanças no meio de 2019. Eu estava achando que o Wonny estava demasiado genérico, e aí comecei a fazer pequenas mudanças nele. Na primeira mudança, eu coloquei aqueles óculos de aviador nele.

Mas depois acabei retirando esses óculos, e o Wonny voltou a ser o que era antes.

E depois, acabei mudando mais o Wonny, para tentar tornar ele mais único. Primeiro, comecei mudando a marca da barriga dele. Porém, eu não havia gostado de como essa marca ficou.

E logo depois, fiz uma mudança bem mais radical, com ele ficando muito mais parecido com o que ele é hoje. A marca da barriga passa a ser até a metade, e nesse desenho, ele não tinha ainda a marca branca no peito.

E ele, assim como o Romeo, passa a ter uma marca que cobre boa parte do rosto dele.

E quando eu colori ele, para mim, ele ficou bem melhor, e aqui, mais pequenas mudanças, como o peito dele que passou a ser branco e a marca da barriga, passou a ser marrom, e as pontas das franjas dele passaram a ser marrons também.

Atualizando o Wonny

E por fim, as atualizações recentes no Wonny, que decidi mexer nele e que relatei todo o processo aqui no Cantinho. O primeiro desenho deixou de fora as pontas da franja marrons, e o resto se manteve.

Já no segundo desenho, houve uma pequena mudança na marca do rosto dele, com uma segunda marca na região entre os olhos até o focinho dele.

E depois, acabei chegando numa versão final das marcas do rosto do Wonny, para algo mais próximo do Hideo, e fiz um pequeno teste, fazendo as patas do Wonny ganharem uma pelagem como as patas do Romeo e se tornaram brancas.

E quando eu tentei fazer o Wonny com as patas desse jeito, eu não achei que ficou bom, simplesmente não gostei nada de como ficou, e não ficou muito funcional. E também, acabei retirando a franja dele, e nesse desenho ficou muito estranho.

E também, acabei decidindo fazer o Wonny mais “fursuit-friendly”, ou seja, eu tinha que diminuir a quantidade de partes brancas que tinha, então isso não iria funcionar, e tive que mudar isso.

E também, coloquei no Wonny um jeito mais fofo como o Romeo, e estava já num caminho de tornar ele um fursona tão importante quanto o Romeo.

E nesse desenho, o Wonny ficou muito mais fofo, pronto para ser o meu segundo fursona.

E finalmente, no desenho colorido, o Wonny ficou ainda mais fofo, do jeito que eu queria, e ainda, decidi como ele seria e costas, com a marca da barriga invadindo as costas e indo até a região da cauda.

Simplesmente, amei como ele ficou, e como bônus, já que o Romeo usa um cachecol roxo, por que não colocar uma gravata borboleta azul no Wonny? Simplesmente gostei muito do resultado e de como ficou.

E muito provavelmente, eu irei encomendar uma fursuit do Wonny e reformar a do Romeo (para que a fursuit fique mais parecida com o fursona). E também, para facilitar que uma fursuit seja feita, o Wonny ficou com a mesma altura que eu tenho: 1,68 m.

Referência

E também, o Wonny inaugurou um novo visual para as referências do Cantinho, muito mais simples e objetiva.

Conclusão

Sinceramente, eu gostei muito mais do Wonny do que dos demais personagens secundários. Para mim, ele ficou muito mais harmônico do que o Hideo e o Minky, e ele se adequou mais para uma fursuit do que até o próprio Romeo. E foram os problemas do Hideo e do Minky, que me levaram até o Wonny atual. E também, não fazia muito sentido os dois serem meus fursonas secundários.

Problemas no Hideo e no Minky

O Hideo e o Minky ficaram muito bons na época em que fiz eles, porém aos poucos, fui vendo alguns pequenos problemas neles, que eu percebi alguns tempos depois. Apesar de eu gostar dos dois, eles tinham alguns problemas que me impediam de pensar em uma fursuit para eles.

No Hideo, que foi feito pensando nele sempre com o cachecol verde, eu não tinha muita ideia de como fazer na transição entre a cabeça e o corpo, na parte das costas, apesar de que de frente, ele ficou bom, na minha opinião.

Já no Minky, o problema maior foi a complexidade do personagem, com as várias marcas que ele tem na pelagem, que assim como no primeiro rework do Wonny, me desestimulou a desenhar ele.

Provavelmente, eu vá ainda trabalhar mais nesse esquilo, para tornar ele mais simples, e ainda assim tão bonito quanto o Wonny ficou.

Wonny como segundo fursona

E assim, o Wonny toma a posição do Hideo como o meu segundo fursona principal bem ao lado do Romeo. E talvez, ele pegue muito do lado curioso e hiperativo do Minky, o substituindo.

E ele também ficou tão simples quanto o Romeo, e em algumas coisas ele ficou como o oposto ao Romeo, e para mim, os dois se completam muito bem.

O Romeo, é mais baixinho e gordinho, bem mais peludo e com as extremidades (Orelhas, patas, cauda e focinho) claras. Já o Wonny, é mais alto e esbelto, muito menos peludo e com as extremidades mais escuras.

Os dois, começaram praticamente juntos, sendo o Wonny começando como uma versão felina do Romeo, mas acabaram se completando, com cada um seguindo os seus caminhos e se tornando únicos, parecendo que foram feitos um para o outro.

E faz muito mais sentido o Wonny ser o meu fursona secundário, pois o Romeo completa o Wonny e o Wonny completa o Romeo.


Romeo, o Coelhoposa

Meu nome é Guilherme de Oliveira, mais conhecido por Romeo. Sou desenhista e amo animação. Felicidade não é o fim, mas apenas o caminho!

0 comentário

Deixe seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: